Erro
  • Erro ao carregar dados do sinal web.

No 25 aniversário edição histórica da História da Língua em Banda Desenhada

No 25 aniversário edição histórica da História da Língua em Banda Desenhada

Atenção, abrirá numa nova janela. PDFVersão para impressãoEnviar por E-mail
Engadir a del.icio.us Compartilhar
no Facebook Compartilhar
no DoMelhor

 

alt="capa_hlbd" width="406" height="594" srcset="http://pgl.gal/wp-content/uploads/2016/12/capa_HLBD-699x1024.jpg 699w, http://pgl.gal/wp-content/uploads/2016/12/capa_HLBD-768x1126.jpg 768w, http://pgl.gal/wp-content/uploads/2016/12/capa_HLBD.jpg 1394w" sizes="(max-width: 406px) 100vw, 406px" /> A Através Editora fai uma edição histórica, no 25 aniversário do seu aparecimento, da História da Língua em Banda Desenhada para o qual contou com a participação ativa do Coletivo Pestinho, Xico Paradelo, Moxom e Miguelanxo Carvalho. A presente edição inclui capas duras, um desenho novo na capa e textos que nos ajudarão a entender uma dos grandes sucessos do reintegracionismo nos anos 90, com 5000 exemplares vendidos.

A HLBD nasceu em 1992, fruto do trabalho de dous coletivos ourensanos, o Grupo Reintegracionista Meendinho e a Associação Cultural juvenil Frente Comixário. Surgiu em tempos convulsos. Como indica Xico Paradelo num dos textos: “os fins dos anos 1980 e início dos 1990 eram tempos convulsos: os governos conservadores, presididos por Fraga, ex-ministro do ditador Franco, começavam, enquanto o movimento nacionalista galego estava a pagar as consequências de terríveis lutas e cisões. As autoestradas, tanto rodoviárias quanto da informação, achavam-se na incerteza do futuro, enquanto a Lusofonia era uma conceção afastada da realidade: por ex., a viagem Ourense-Braga levava mais de três horas por estradas infernais. O ambiente político galego estava tenso de modo que a repressão (linguística mormente) incutia nas poucas pessoas que procuravam ultrapassar as fronteiras da pax linguística que Fraga alcunhara de “bilinguismo harmónico”.

Não por acaso, o objetivo dos autores/as da HLBD era “ser umha alternativa ao folclorismo cultural e linguístico que se promove com dinheiros públicos, umha alternativa a todos os editores, júris e premiados que veem no nosso idioma um negocio mais”.

Nessa 1ª edição estiveram envolvidas muitas entidades reintegracionistas, a própria AGAL, e boa parte do movimento reintegracionista “de base”: Meendinho (Ourense), Bonaval (Compostela), V Irmandade (Vigo), Artábria (Trasancos / Ferrol), A.R.O. (Ordens), CRÊS (Salnês), Marcial Valadares (Estrada).

Em 1996 e 2006 tentou-se reeditar o projeto mas, por diferentes motivos, o projeto não chegou a se concretizar até o presente momento, em 2016. Como assinala o historiado Tiago Andelo no prólogo:

Em abril de 2017 terão passado vinte e cinco anos da aparição da primeira História da Língua em Banda Desenhada. Desde então, aconteceram grandes sucessos e sonoros fracassos. O reintegracionismo parece condenado ao minifúndio, mas paradoxalmente foi daí de onde surgiram as melhores notícias: o nascimento do Portal Galego da Língua, a criação dos Centros Sociais, o mensal Novas da Galiza, a fundação da AGLP, a aprovação da ILP Paz Andrade, as parcerias com editoras como Xerais ou a recente entrada do Consello da Cultura Galega na CPLP são simplesmente alguns exemplos. A HLBD contribuiu para que tudo isso fosse possível. E, ao que parece, continuará a seguir fazendo-o. Divirtam-se!”

Pois é. Divirtam-se e presenteiem a HLBD.

*

Prólogo do Tiago Andelo

 

Com a ocasião, Através editora promove no facebook um concurso.

Ganha um exemplar da ‘História da Língua em Banda Desenhada’! Para participares no sorteio o único que tens que fazer é: – Escolhe o quadrinho de que mais gostares e dá a partilhar. Assegura-te de partilhá-lo PUBLICAMENTE, e nom só com as tuas amizades, ou nom poderemos ver a tua participaçom. – Dá um gosto na página do Facebook da Através Editora ou da História da Língua em Banda Desenhada. Se já nos seguias, perfeito. Se nom, assegura-te de seguir-nos antes de fazermos o sorteio. Sortearemos 3 HLBD entre todas as pessoas participantes até 31 de dezembro

Actualidade da Língua no PGL

  • Mordida - 0,00 €
    thumb

    A comida é o espaço em que se encontram o mercado e as tripas. Eugénio Outeiro reflecte sobre esta realidade no que é o seu segundo...

  • Abadessa, oí dizer - 10,00 €
    thumb

    Relatos eróticos de escritoras da Galiza.

    Autoras: Carmen Blanco, María Lado, Verónica Martínez, Raquel Miragaia, Teresa Moure, Emma Pedreira, Isabel Rei Samartim, Susana Sánchez Arins,...

  • O futuro é para sempre - 16,00 €
    thumb

    O futuro é para sempre. Experiência, expectativa e práticas possíveis tem por objectivo principal partir em busca de práticas possíveis, a partir das...