Feliz dia do Orgulho Neofalante #DdoONF

Feliz dia do Orgulho Neofalante #DdoONF

Atenção, abrirá numa nova janela. PDFVersão para impressãoEnviar por E-mail
Engadir a del.icio.us Compartilhar
no Facebook Compartilhar
no DoMelhor
orgulho-neo-2014-1024x645

 

orgulho-neo-2014-1024x645Grande atividade no evento do Dia do Orgulho Neofalante. No ano ano em que Andrés Dobarro faria 69 anos, as red... es sociais bolem com celebrações virtuais.

O dia 1 de outubro, a Associaçom Galega da Língua (AGAL) promove a celebraçom e a celebração do Dia do Orgulho Neofalante. A escolha da data deve-se ao aniversário do nascimento do cantor Andrés do Barro, designado há vários anos por diferentes coletivos como símbolo das pessoas neofalantes de galego.

Com esta iniciativa, a AGAL recupera a proposta do coletivo Sei o que nos Figestes. Precisamente, a associaçom da mesma maneira e, em lugar de atos físicos, promove a campanha de celebrações virtuais.

Destarte, as pessoas interessadas em participar são chamadas a enviarem autofotos com um cartaz que ponha «sou neofalante e estou orgulhosa/o» e publicá-las pelas redes.

As galegas e galegos paleofalantes também podem participar, no seu caso publicando algum cartaz ou mensagem em que exibam apoio e solidariedade «com aquelas pessoas que,  em qualquer altura das suas vidas, decidem passar-se ao galego».

Ademais, para esta e outras redes sociais escolheram-se uma série de palavras-chave: #1outubro #DdoONF #OrgulhoNeofalante #OrgulhoNeo e #AdB69Níver.

Finalmente, as pessoas que sendo castelhano-falantes têm vontade de passar para o galego, podem enviar uma autofoto com um cartaz com a legenda «De hoje nom/não passa! Hoje passo ao galego!».

O post Feliz dia do Orgulho Neofalante #DdoONF aparece primeiro no Portal Galego da Língua - PGL.gal.

Actualidade da Língua no PGL

Ortografia galega moderna: confluente com o português no mundo

Normas: Ortografia Galega Moderna

Consultá-las na Rede.

Consegui-las em papel.

Vítor Vaqueiro
Palavras a Espártaco
Palavras a Espártaco

Xoán Carlos Carreira
O pequeno é grande. A agricultura familiar como alternativa