Associaçom Galega da Língua

Chega V Português Perto. Aquelas Nossas Músicas

Regressa a Ourense o festival Português Perto. Aquelas Nossas Músicas, que este ano atinge quinta edição. É este um evento organizado pela Vicerreitoria do Campus de Ourense- Universidade de Vigo em colaboração com a Pró- Academia Galega da Língua Portuguesa (Pró-AGLP) e Associaçom Galega da Língua (AGAL).

Reproduzimos a seguir o programa:

Segunda-feira, 4 de maio
10h30

  • Ateliê Ops na sala 1.1 da Faculdade de Empresariais e Turismo

20h

  • Contos, com Xurxo Souto

Quarta-feira, 6 de maio
20 h

  • Concerto de Caxade

Quinta-feira, 7 de maio
20 h

  • Concerto de Najla Shami e Xoán Curiel

+ Mais informações no Facebook do evento

 
 

Pessoas ganhadoras dos bilhetes para ‘Pangeia’

Alberto Vidal, Suso Sanmartin, Carme Otero, Vitoria Sánchez e Manolo Castro som as pessoas ganhadoras dos bilhetes para assistir de graça no sábado à encenaçom de Pangeia, produçom de Acaso Dança e Limiar Teatro. A representaçom do sábado terá lugar às 20h30 no Salón-Teatro de Santiago de Compostela.

Todas as informações sobre esta obra teatral estám disponíveis no PGL.

 
 

Pessoas ganhadoras do sorteio de bilhetes para ‘O Mandarim’

Na fanpage da AGAL e o PGL no Facebook sorteárom-se já os bilhetes para assitir de graça à quarta peça do ciclo de teatro lusófono que entre janeiro e maio decorrerá em Santiago de Compostela. Os usuários e usuárias de Facebook Saul Santim, Raul Rios, Álvaro Ordóñez, Susana S. Arins e Tere Vázquez poderám assistir de graça à encenaçom de O Mandarim, na quinta-feira, dia 9 de abril, às 20h30.

O Mandarim é umha peça de sabor oriental do clássico Eça de Queiroz, levada à cena pola Companhia de Teatro de Almada, a qual estreou esta produçom em novembro do ano passado e esgotou as 15 sessões que ao longo desse mês se realizárom. A encenaçom agora em Compostela é umha produçom fruto da linha estratégica do CDG de colaboraçom com companhias de teatro portuguesas.

Descontos para sócios/as da AGAL e sorteio

As sócias e sócios da da AGAL poderám já desfrutar de um preço especial de 3 € graças ao acordo assinado entre a associaçom e a o CDG para a promoçom deste programa de teatro galego e português. Pata terem o bilhete reservado a preço especial, deverám escrever a Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript activado para o visualizar antes do dia da funçom às 15:00h, indicando o seu nome e apelidos.

COMPANHIA DE TEATRO DE ALMADA: O Mandarim

  •  Autoria: Eça de Queiroz
  • Direçom e dramaturgia: Teresa Gafeira
  • Elenco: André Alves, Catarina Campos Costa, Celestino Silva, João Farraia, Maria Frade, Pedro Walter
  • Dramaturgia: Pedro Proença e Teresa Gafeira
  • Cenografia e vestiario: Ana Paula Rocha
  • Projeções: Pedro Proença
  • Iluminaçom: José Carlos Nascimento
  • Duraçom: 60 minutos
  • 9 de abril, 20.30
  • Salón Teatro

O post Pessoas ganhadoras do sorteio de bilhetes para ‘O Mandarim’ aparece primeiro no Portal Galego da Língua - PGL.gal.

 
   

(1.º de Abril) Feijóo revela à AGAL o conteúdo do memorando para o estudo do português na Galiza

Reuniom entre os presidentes da Junta e da AGAL

Reuniom entre os presidentes da Junta e da AGAL

O presidente a Associaçom Galega da Língua (AGAL), Miguel Penas, e o seu homólogo da Junta da Galiza, Alberto Núñez Feijóo, tivérom umha reuniom institucional nas dependências do Paço de Rajói, em Compostela. No encontro, o chefe do Executivo galego apresentou o conteúdo do memorando assinado com Portugal para o estudo da língua portuguesa no sistema educacional autonómico.

O presidente da associaçom reintegracionista salientou, no final da reuniom, que nom pode ser divulgada ainda a literalidade do texto, «por lealdade institucional». Tenha-se em conta que o memorando implica duas instituições do mais alto nível, com compromissos orçamentários que nom podem ser desvelados «sem umha mínima precauçom».

Penas assegurou, no entanto, que os passos dados pola Administraçom estám a ser «lentos, mas firmes» e que o grau de implicaçom da Real Academia Galega (RAG) e do Instituto da Língua Galega (ILG), no sentido de promover o ensino do português, «está a ser muito intenso na atualidade».

Reuniom «cordial»

Em relaçom à reuniom, Penas assegurou que foi «muito cordial» e que Feijóo, sem compartilhar todas as propostas que a AGAL fai neste momento à sociedade, «compreende as motivações das mesmas» e mesmo «pensa que poderám ser aplicadas no futuro». No remate da juntança, o presidente da entidade reintegracionista presenteou o chefe do Executivo galego com um exemplar das Conversas com Isaac Alonso Estraviz, natural, como Feijóo, de uma localidade rural da província de Ourense.

NOTA:

Esta notícia nom é verídica; foi o nosso contributo para ediçom 2015 do Dia dos Enganos: «O primeiro de Abril vam os burros onde nom têm que ir».

Colocamos a seguir as notícias publicadas nas edições anteriores:

O post (1.º de Abril) Feijóo revela à AGAL o conteúdo do memorando para o estudo do português na Galiza aparece primeiro no Portal Galego da Língua - PGL.gal.

 
 

Companhia de Teatro de Almada: ‘O Mandarim’

A 9 de abril volta o teatro português a Compostela, com um peça de sabor oriental do clássico de Eça de Queiroz: O Mandarim. A companhia de Teatro de Almada estreou esta produçom em novembro do ano passado e esgotou as 15 sessões que ao longo desse mês se realizárom. A encenaçom agora em Compostela é umha produçom fruto da linha estratégica do CDG de colaboraçom com companhias de teatro portuguesas.

A obra

Ficámos a conhecer a história de Teodoro, o amanuense do Ministério do Reino que vê na morte de um mandarim decrépito a oportunidade de satisfazer as ambições burguesas que alimenta. O Diabo tenta-o: para matar Ti Chin-Fu basta tocar a campainha, “como quem chama um criado” e sem que uma gota de sangue suje vergonhosamente os punhos da camisa. Tentado pelas ambições burguesas que há muito alimentava, Teodoro porá fim à vida de Ti-Chin-Fu, herdando a sua imensa fortuna. Mas a esperada felicidade tarda em chegar, já que o jovem amence vivo atormentado, ora pela consciência, ora pelo fantasma do morrido. Uma viagem pelo Oriente parece ser a única solução. O que se prepara para viver está longe da existência despreocupada e opulenta com que sonha.

Descontos para sócios/as da AGAL e sorteio

As sócias e sócios da da AGAL poderám já desfrutar de um preço especial de 3 € graças ao acordo assinado entre a associaçom e a o CDG para a promoçom deste programa de teatro galego e português. Pata terem o bilhete reservado a preço especial, deverám escrever a Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript activado para o visualizar antes do dia da funçom às 15:00h, indicando o seu nome e apelidos. Além, da fanpage da AGAL e o PGL no Facebook serám sorteados 5 bilhetes para assistir gratuitamente a esta obra.

O autor

Eça de Queiroz (1845-1900) é um dos maiores romancistas da literatura na nossa língua. Para além de escritor, foi jornalista e diplomata, tendo sido cônsul na Havana, Newcastle, Bristol e Paris. Na sua obra distinguem-se três fases: a primeira, de influência romântica (até 1870, com O mistério da estrada de Sintra), a segunda, de afirmaçom do Realismo (1871-1880), e a terceira, aberta ao experimentalismo e à conciliaçom de influências diversas (nomeadamente com A cidade e as serras, publicada postumamente em 1901). O Mandarim (1880) integra atualmente o Plano Nacional de Leitura como obra recomendada para o 9.º ano de escolaridade.

COMPANHIA DE TEATRO DE ALMADA: O Mandarim

  •  Autoria: Eça de Queiroz
  • Direçom e dramaturgia: Teresa Gafeira
  • Elenco: André Alves, Catarina Campos Costa, Celestino Silva, João Farraia, Maria Frade, Pedro Walter
  • Dramaturgia: Pedro Proença e Teresa Gafeira
  • Cenografia e vestiario: Ana Paula Rocha
  • Projeções: Pedro Proença
  • Iluminaçom: José Carlos Nascimento
  • Duraçom: 60 minutos
  • 9 de abril, 20.30
  • Salón Teatro

O post Companhia de Teatro de Almada: ‘O Mandarim’ aparece primeiro no Portal Galego da Língua - PGL.gal.

 
   

Pág. 2 de 46

Actualidade da Língua no PGL