Associaçom Galega da Língua

AGAL estreia site web corporativo

PGL - A Associaçom Galega da Língua (AGAL) conta já com um site web corporativo, recuperando deste modo o tradicional endereço www.agal-gz.org. Agora, as principais informaçons de interesse sobre a associaçom ficam acessíveis a um clique de rato.

Entre as principais novidades do novo site cabe mencionar um consultório lingüístico, em breve disponível, que será gerido pola Comissom Lingüística da associaçom, e que visa responder dúvidas da sociedade galega acerca do correto uso do nosso idioma. Também na secçom dedicada à CL-AGAL podemos encontrar a composiçom deste órgao e o trabalho realizado, como a atualizaçom normativa conforme o Acordo Ortográfico.

De resto, a interface responde ao objetivo de exibir numha rápida vista de olhos o essencial do labor realizado pola AGAL, fazendo com que sejam necessários poucos cliques para apresentar a associaçom, umha breve introduçom ao reintegracionismo, a presença da associaçom na internet, o labor editorial, biografias de reintegracionistas ilustres ou umha compilaçom de citaçons de caráter reintegracionista que apareciam no antigo site.

Ainda, formam parte da interface principal as informaçons corporativas da AGAL, publicadas também no PGL, como também as últimas novidades na loja Imperdível —exemplo elas de quanto temos ao nosso alcance graças à proposta reintegracionista.

Comentários às notícias do PGL

Umha outra novidade tem a ver com o PGL: agora já é possível deixar comentários nas notícias. Para isso é preciso ter umha conta de Facebook. A própria comunidade poderá moderar os comentários atribuindo-lhes votos positivos ou negativos. Se experimentar algum problema à hora de intentar comentar, nom duvide em enviar umha mensagem para webmaster[arroba]pglingua.org.

 

+ Ligaçons relacionadas:

 
 

A Assembleia da AGAL aprova por unanimidade o orçamento de 2011

PGL - A Assembleia Geral Ordinária de 18 de dezembro aprovou por unanimidade o orçamento da AGAL para o ano 2011. É a primeira vez que isto acontece na história da associaçom, e permitirá que durante o próximo ano a Associaçom Galega da Língua mantenha a linha de trabalho atual.

Precisamente outros pontos do dia tinham a ver com o relatório de atividades do ano que acaba, 2010, e com os projetos para o entrante.

O tesoureiro da AGAL, Manuel César Vila, apresenta os orçamentos (foto: J. Alvaredo)

Entre os principais êxitos, salienta o incremento de 23% de associadas e associados desde a chegada do atual Conselho, a meados de 2009. Destas novas sócias e sócios, 71,4% tenhem entre 26 e 64 anos e 16,48% som menores de 25. Ainda, perto de um em cada três novas incorporaçons som mulheres.

Vista parcial da assembleia (foto: José Alvaredo)

Outros sucessos é a implicaçom cada vez maior da base social em diferentes áreas de trabalho. Assim, até 27 pessoas estám envolvidas estruturalmente no trabalho diário da AGAL, e 23 estám-no de maneira conjuntural. Trata-se de um índice de participaçom desconhecido na história da associaçom.

Valentim R. Fagim apresenta o relatório de atividades de 2010 (foto: J. Alvaredo)

Em 2010, a ATRAVÉS|EDITORA, selo editorial da AGAL, criado este ano, publicou seis títulos: Do Ñ para o NH (2.ª ed.), Por Um Galego Extenso e Útil, Noente Paradise, Animais, Sempre em Galiza e Parecia Não Pisar o Chão. Treze Ensaios sobre as Vidas de Fernando Pessoa. Para 2011 há até treze títulos em preparaçom, além da reediçom do livro de Carlos Taibo (Parecia Não Pisar o Chão...), que está quase esgotado apenas meio ano depois de ver a luz.

Apresentaçom dos projetos do ano 2011 (foto: José Alvaredo)

A área informática da associaçom, que tem dado os maiores sucessos à AGAL nos últimos anos, também tivo umha atividade frenética em 2010, sendo o principal fito a criaçom da loja Imperdível, embora fôrom criados outros como o Carvalho Calero 2010 ou o web dos CPP. Além da criaçom destes novos espaços e da manutençom diária dos atuais (especialmente dicionário e-Estraviz, Blogues AGAL e o próprio PGL), foi anunciada a criaçom de mais dous, que serám apresentados nos próximos dias. Trata-se do site corporativo da Associaçom Galega da Língua e de umha FAQ do reintegracionismo.

Ramom Flores apresenta a FAQ do reintegracionismo

Comissom Lingüística

Precisamente, a página eletrónica da associaçom terá umha secçom específica para a Comissom Lingüística da AGAL, na qual o público poderá conhecer o trabalho deste órgao, alguns de cujos frutos em 2010 foram a atualizaçom normativa conforme o Acordo Ortográfico, a coletânea Por Um Galego Extenso e Útil ou a codificaçom lexical e prosódica (ainda em preparaçom). Como novidade, haverá também um consultório lingüístico, gerido pola própia CL-AGAL, para responder dúvidas sobre o correto uso do nosso idioma.

Retos para 2011 som umha atualizaçom gráfica do PGL e da loja Imperdível, como também a criaçom dos sites da ATRAVÉS|EDITORA e da revista Agália, junto com a manutençom e atualizaçom periódica dos sites já existentes.

Jantar de confraternizaçom posterior à assembleia

 
 

Assembleia Geral da AGAL a 18 de dezembro

PGL - O presidente do Conselho da AGAL, nos termos legais e estatutários, notificou a convocatória de Assembleia Geral para o vindouro 18 de dezembro, às 10h30 em primeira convocatória e 11h em segunda. Decorrerá no salom de atos da Fundaçom Caixa Galicia (Rua do Vilar 19, Compostela).

A seguir reproduzimos a ordem do dia.

  1. Leitura das atas anteirores.
  2. Relatório de atividades em 2010.
  3. Novidades web: site corporativo e wiki-FAQ do reintegracionismo.
  4. Projetos para o ano 2011.
  5. Orçamento para o ano 2011.
  6. Outras questons.
 
   

O presidente da AGAL dá três palestras esta semana

PGL - Valentim R. Fagim tem agendadas três palestras para esta semana. A primeira, hoje às 9h30, na Faculdade de Filologia e Traduçom de Vigo, organizada polos professores Óscar Díaz Fouces e Carlos Garrido, para apresentar o manual Do Ñ para o NH.

Depois, já polo serão, de 18 a 20h apresentará na Faculdade de Ciências da Educaçom de Ponte Vedra oateliê LP4, um seminário de habilitaçom leitora en língua portuguesa ideado para estudantes do ensino secundário. O promotor é o professor Carlos Valcárcel. A atividade continuará quinta-feira em idêntico horário.

Finalmente, quinta-feira, a partir das 9h50, o presidente da AGAL departirá umha palestra no IES Rosalia de Castro (Compostela) acerca das facilidades e dificuldades para aprender português de Portugal e do Brasil a partir no português da Galiza. A atividade insere-se no seio de umha roda de palestras organizadas polo professor Carlos Quiroga.

 
 

Revista Agália enceta nova etapa sob direçom de Roberto Samartim

PGL - A revista Agália, publicaçom histórica do reintegracionismo com um quartel de século às costas, inicia nova etapa com um projeto ambicioso cujo máximo responsável será o novo diretor, Roberto Samartim. Trata-se do principal e mais importante acordo adoptado no passado sábado pola Assembleia da AGAL, máximo órgão da associaçom.

O novo diretor agradeceu o «magnífico» trabalho realizado polo seu predecessor, Carlos Quiroga, e apresentou um projeto cujo principal objetivo é a conversom da atual Agália. Revista de Ciências Sociais e Humanidades num produto científico e editorial homologável com os padrões e os parâmetros estabelecidos internacionalmente para as publicações periódicas de caráter científico. Por sua vez, o próprio Quiroga parabenizou o projeto de Samartim, e pediu o apoio da Assembleia.

Para dotar de estabilidade e continuidade o projeto, bem como garantir a independência da direçom no seu labor, o Conselho propujo na ordem do dia introduzir um novo artigo 43º nos Estatutos. No entanto, no decorrer das apresentações e explicações, viu-se mais conveniente colocar umha versom reduzida da redaçom nos Estatutos, e umha mais alargada no regulamento de regime interno, sem variações substanciais na sua redaçom. O Conselho aceitou as propostas de mudança, e estas fôrom aprovadas por unanimidade pola Assembleia. Destarte, o novo artigo 43º ficou assim:

Artigo 43º

A Agália é a revista científica da AGAL, que é responsável pola sua publicaçom de acordo com os termos e procedimentos estabelecidos nos presentes estatutos.

a) O Conselho da AGAL nomeia, confirma ou renova a direçom da Agália por períodos de cinco anos.

b) O Conselho da AGAL garante os meios, a informaçom e a colaboraçom com a direçom da Agália assim como a plena autonomia desta para delinear e executar tanto a política científica e editorial da publicaçom como os aspetos relacionados com a sua organizaçom e funcionamento internos, de acordo com o estabelecido nos estatutos da associaçom.

A Agália. Revista de Estudos na Cultura, manterá como língua de ediçom o galego-português —mas, de preferência, seguindo as regras do Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa de 1990—, terá umha periodicidade semestral —editando um número monográfico e um número geral cada ano em formato eletrónico e, sob demanda, também impresso— e publicará estudos de caso, trabalhos procedimentais e teórico-metodológicos, recolhas e análises bibliográficas, abordagens quantitativas e qualitativas, e qualquer outro resultado dum processo investigador enquadrável nos  chamados «estudos da cultura».

O novo diretor

O doutor Roberto López-Iglésias Samartim (Redondela, 1971) é licenciado em Filologia Galega com prémio extraordinário (1998), Filologia Portuguesa (1998) e DEA em Estudos Clássicos e Medievais (2000) pola Universidade de Santiago de Compostela (USC). Bolseiro de investigação do Instituto Camões (1999-2001) e da USC (2003-2005), foi professor visitante na Universidade de Vigo (2003) e, desde 2006, é professor na Universidade da Corunha. No ano 2002 ganhou o Prémio Carvalho Calero de Investigação com A Dona do Tempo Antigo. Mulher e campo literário no Renascimento Português (1495-1557) (Ed. Laiovento, 2003).

É parte também do grupo de investigaçom GALABRA —de estudos nos sistemas culturais galego-luso-brasileiro e africano de língua portuguesa—, onde integra o projeto FISEMPOGA, que deu resultados como “Critérios canonizadores num sistema literário deficitário (o caso galego para 1974-1978)” (Veredas 12, 2009, pp. 81-106) e “Défices projetivos e estratégias de planificação cultural no campo editorial de um sistema periférico (Galiza: 1968-1978)” (Estudos Galego-Brasileiros IV, Corunha/ Rio de Janeiro, UdC/ UFRJ, 2010, pp.255-276). No passado mês de setembro defendeu a tese doutoral O Processo de Construçom do Sistema Literário Galego entre o Franquismo e a Transiçom (1974-1978): Margens, relações, estrutura e estratégias de planificaçom cultural.

Outros pontos

O resto de pontos das assembleias da associaçom fôrom também aprovados por unanimidade, isto é, a mudança na Secretaria, a nova incorporaçom ao Conselho, a mudança da sede social e a ata anterior.

 

+ Ligações relacionadas:

 
   

Pág. 28 de 37

Actualidade da Língua no PGL