Associaçom Galega da Língua

Kike Martins: “Quando perguntava se no centro contavam com informação da Conselharia a respeito do ensino de português 100% das respostas foram negativas”

 

kikemar03Kike Martins
Nascido em Melide em 1978 e criado na Corunha, fez estudos de Filologia Galega na Universidade de Santiago de Compostela. Trabalhou em qualidade de bolseiro nos serviços informativos da CRTVG como assessor linguístico e, posteriormente, como bolseiro exercendo funções de Técnico em Normalização Linguística no SNL da USC.
**

O projeto Telefonemas foi uma iniciativa idealizada e financiada pola DPG, a AGLP e a AGAL. Tinha como objetivo informar todos os centros de secundário da Galiza, públicos, privados e subvencionados, dos passos a dar para incluir a língua portuguesa na oferta educativa do centro. A iniciativa nascia do conhecimento de a Conselharia da Junta não ter feito este labor, como se evidenciou.

Na atualidade há 10% de centros onde existe no mínimo uma turma de português face os 71% do sistema educativo da Extremadura. Para fazer um relatório desta iniciativa entrevistamos Quique Martins, o profissional que geriu o projeto telefonemas. Em sua opinião, “ podemos aspirar, no mínimo, a duplicar o número de centros que ofertem a matéria. Outra cousa bem diferente será ver quantos destes centros vão ter número de matrícula suficiente para a implementar”

Continuar...
 
 

Félix e David alunos do IES São Clemente

IMG_2543Félix e David são dois alunos de Formação Profissional, ramo de Informática, no IES São Clemente, em Santiago, onde cursaram a disciplina “Sistemas Operativos em Rede” em português, dentro das secções bilingues que o centro oferece.

Com pouco conhecimento prévio da língua, não tiveram qualquer problema em seguir as aulas a partir do primeiro dia e, concluído o primeiro período, no mês de janeiro animaram-se a fazer um estágio de duas semanas no INETE, Instituto de Educação Técnica, em Lisboa, onde se integraram nas turmas ...

Continuar...
 
 

Ler contos com diferentes sabores da nossa língua

3 Na quinta-feira 28 de abril, a Biblioteca Pública de Santiago 'Ánxel Casal' celebrou por segundo ano consecutivo, em colaboração com a AGAL, a atividade Ler contos com diferentes sabores da nossa língua, onde usuários e usuárias da nossa biblioteca procedentes de Angola, o Brasil, Portugal e a Galiza leram contos dos seus respetivos países. As vozes participantes foram:

  • Angola: Sara Vongula
  • Brasil: Márlio Barcelos
  • Galiza: Ángeles Goás
  • Portugal: João Ribeirete.

Também foi possível contar com a intervenção de Séchu Sende, que se encarregou de fechar a atividade, com um jogo simples em que dava a conhecer às crianças as similitudes de léxico entre os países lusófonos. Além disso mostrou, através de um mapa do mundo, os diferentes lugares onde se fala a nossa língua.

2

4

 

A atividade, que durou arredor de uma hora e meia, decorreu na sala infantil da biblioteca, assistindo por volta de 70 pessoas, a maioria delas crianças, que mastigaram as histórias temperadas com diferentes sabores da nossa língua.

 

 
   

‘Manual de Galego Científico’ tem agora versom eletrónica gratuita

manual de galego científicoA Através Editora e a get="_blank">AGAL, com a  permissom dos autores, querem disponibilizar livros do seu catálogo de forma aberta e livre como ferramentas de uso universal. Estes livros adoitam ter certa antiguidade e/ou serem difíceis de encontrar nas livrarias polo que os títulos esgotados de que nom se projetem novas reedições serám oferecidos de graça na loja on-line. Dentro desta política de promover recursos próprios, é oferecido nesta altura —em acesso livre e gratuito— o Manual de Galego Científico, dos professores Carlos Garrido, da Universidade de Vigo, e Carles Riera, da Universitat Ramon Llull.

O Manual véu servindo durante estes anos como referência para umha língua de qualidade e como claro expoente das potencialidades do galego, enquanto galego-português, para a expressom especializada e para a comunicaçom internacional.

A ediçom desta obra é de 2011, mui alargada, de mais de 600 páginas, e apresenta um panorama abrangente da constituiçom do galego técnico-científico, já que ela inclui umha extensa secçom consagrada ao estudo da morfossintaxe da língua especializada, fundamento da redaçom técnica e para um cultivo eficaz do galego científico.

Outros pontos inovadores que incorpora esta ediçom som o reforço da análise da estratégia de habilitaçom em galego das línguas especializadas, agora também aplicada ao setor da morfossintaxe, um tratamento mais completo da acentuaçom dos termos, da conversom semántica e da abreviaçom, bem como o acréscimo de numerosos exemplos e de apêndices de interesse prático —sobre a leitura de números, símbolos e expressons quantitativas, por exemplo.

 

+ Ligações relacionadas:

 

 
 

Os livros falam #1 ‘A imagem da Galiza em Portugal’

Quirogalivro

A Através editora inicia, com Carlos Quiroga, a gravação de pequenos vídeos onde autoras e autores da Através nos falam brevemente das suas obras e informam sobre o que os leitores vão encontrar nelas.

Neste primeiro vídeo, o autor de ‘A imagem da Galiza em Portugal’, indica-nos como surgiu este trabalho, como se estrutura o livro e o que um leitora da Galiza e de Portugal vai achar nas suas páginas.

 

 
 


 

Pág. 1 de 59

Actualidade da Língua no PGL

  • Curso de Linguística Geral - 9,00 €
    thumb

    Número 21 da coleção Através das Letras, mais uma publicação de poesia, nesta ocasião da autoria de Igor Lugris.

  • A Voz dos Mundos - 14,00 €
    thumb

    O brasileiro Paulo Soriano e o galego Valentim Fagim juntam energias para construir uma coletânea internacional de ficção científica, com autores da Galiza, do...

  • Método de Acordeão Diatónico - 25,00 €
    thumb

    Método progressivo de Pedro Blanco de aprendizagem do instrumento para todas as pessoas que têm interesse geral na música e particularmente na aprendizagem...